Esporte

Haitiana é presa por suspeita de matar enteado em Canoas

Haitiana é presa por suspeita de matar enteado em Canoas

Criança de 1 ano e meio foi hospitalizado com ferimentos. Segundo delegado, vizinhos e filha da suspeita, de seis anos, relataram ter presenciado o espancamento. Uma mulher de 32 anos foi presa na tarde desta sexta-feira (6) por suspeita de matar o enteado, de 1 ano e meio, em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ela é haitiana e residia com o menino, a filha de seis anos e o marido, também haitiano, no bairro Guajuviras. Segundo o delegado Pablo Rocha, a suspeita levou a criança a uma unidade de pronto-atendimento com ferimentos. No local, o menino morreu. A…
Ver Mais
Rio Grande do Sul registra 3.072 novos casos da Covid-19 e mais 20 óbitos

Rio Grande do Sul registra 3.072 novos casos da Covid-19 e mais 20 óbitos

O Rio Grande do Sul registrou nesta sexta-feira 3.072 novos casos da Covid-19 e teve confirmados mais 20 óbitos. O total de casos confirmados é de 257.785 e o de óbitos 5.973. Os recuperados são 240.929 (93% dos casos). Entre os óbitos divulgados, um é de julho e outro de setembro, que agora tiveram suas fichas completadas. Os demais são de datas entre os dias 21 de outubro e 5 de novembro. Além disso, a atualização teve ainda a exclusão de um óbito atribuído a Porto Lucena (homem, 80 anos, que havia sido divulgado no dia 4) após revisão do…
Ver Mais
Operação combate violência doméstica em Nova Santa Rita

Operação combate violência doméstica em Nova Santa Rita

Na manhã desta sexta-feira (6), após três meses de investigação, a Polícia Civil deflagrou a Operação Santa II, com o objetivo de combater situações de violência doméstica e ameaças com arma de fogo. Foram cumpridos seis mandados de busca apreensão em Nova Santa Rita. Na ação foram apreendidas quatro armas de fogo, munição variada, celulares, dinheiro e touca ninja. Pelo menos três pessoas foram presas em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. O foco da ação foi a atuação em ocorrências de violência doméstica que envolveram os delitos de ameaça e injúria empregando arma de fogo. Dentre todos…
Ver Mais

RS chega a 5.954 mortes e 254,8 mil casos confirmados de Covid-19

Secretaria Estadual da Saúde registrou, nesta quinta (5), mais 51 óbitos e 1.661 novos infectados. Taxa de letalidade recuou 0,1%, e média móvel de mortes e ocupação dos leitos de UTI permanecem estáveis. O Rio Grande do Sul chegou, nesta quinta-feira (5), a 5.954 mortes causadas pela Covid-19. O número foi atingido com o registro de mais 51 óbitos, ocorridos nas últimas três semanas, conforme a Secretaria Estadual da Saúde. Mesmo assim, houve uma redução de 7% na variação da média móvel de mortes em relação a duas semanas atrás, o que indica a tendência de estabilidade no estado, já…
Ver Mais
Suspeito de matar jovem na praia do Cassino é preso em Rio Grande

Suspeito de matar jovem na praia do Cassino é preso em Rio Grande

Corpo de Simone Souza Cunha, de 23 anos, foi encontrado nas dunas da praia na segunda-feira (2). Homem de 27 anos foi preso em Rio Grande e confessou o feminicídio, diz polícia. Simone Souza Cunha, de 23 anos, foi encontrada morta na praia do Cassino Arquivo Pessoal A Polícia Civil prendeu na tarde desta quarta-feira (4), em Rio Grande, no Sul do estado, um homem de 27 anos suspeito de ter matado Simone Souza Cunha, de 23 anos. O corpo dela foi encontrado nas dunas da praia do Cassino, na segunda-feira (2), com marcas de violência. Segundo investigações preliminares da…
Ver Mais
Para investigar corrupção no São Paulo, MP-SP quebra sigilo bancário e fiscal de Cinira Maturana

Para investigar corrupção no São Paulo, MP-SP quebra sigilo bancário e fiscal de Cinira Maturana

O MP-SP, no âmbito da investigação de ilícitos que podem ter sido cometidos na gestão de Carlos Miguel Aidar, expulso do São Paulo Futebol Clube sob acusações graves de corrupção, teve pedido de quebra do sigilo bancário e fiscal da “namorada” do ex-mandatário Tricolor, Cinira Maturana, e também da empresa TML Foco Consultoria e Assessoria Empresarial Ltda, aceitos pela Justiça. A investigação acredita que Aidar utilizava-se de ambos como “laranjas” para receber quantias indevidas. Em desespero, Cinira impetrou Mandado de Segurança, tentando impedir a consulta. Por decisão do desembargador Marcelo Gordo, o pedido foi indeferido, e a investigação prosseguirá. Maturana tentou…
Ver Mais