Por decisão do ministro Bruno Dantas, o Tribunal de Contas da União (TCU) vai fazer um pente-fino na estrutura de governança dos Fundos de Pensão. O objetivo é fiscalizar a capacidade de prevenção à ocorrência de fraude e corrupção e à suscetibilidade dessas organizações a riscos dessa natureza.

Em despacho desta quinta-feira, o ministro autorizou a proposta da SecexFinanças — que pretende, com o levantamento, avaliar a viabilidade de realização de futuras ações de controle.