‘Blitz’ flagra falta de acessibilidade, mictórios quebrados e pombos na Rodoviária de Piracicaba

Associação que administra Terminal Intermunicipal afirma que faz higienização e controle dos pássaros no local e há orçamento e previsão de manutenção dos banheiros.

A Rodoviária de Piracicaba (SP) apresenta falta de acessibilidade em sanitários, alguns mictórios quebrados ou inoperantes por falta de manutenção, necessita de reparos no teto e tem recorrente presença de pombos no saguão e na área de alimentação, de acordo com apuração da EPTV, afiliada da Globo para região.

A reportagem, que faz uma “blitz” para checar as condições dos terminais de ônibus intermunicipais, percorreu o local, nesta quinta-feira (6), e conversou com passageiros, comerciantes do espaço. Veja, no vídeo, acima.

Apesar dos problemas flagrados, os usuários do terminal afirmaram que, de modo geral, estão satisfeitos com as condições da rodoviária, elogiaram a estrutura e atendimento no terminal intermunicipal, por onde passam cerca de 170 mil pessoas por mês.

Desde o último sábado (1º), as passagens intermunicipais no estado ficaram até 18% mais caras. O reajuste foi aprovado pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) em maio. O dinheiro arrecadado com essa taxa é repassada para os administradores dos terminais rodoviários do Estado de São Paulo.

O aposentado Leonardo Donizete de Lima afirma que a situação dos banheiros merecem atenção. “Precisar arrumar os mictórios que estão cobertos e quebrados, por exemplo”, disse.

O produtor Edijan Del Santo esteve no Terminal Rodoviário Intermunicipal de Piracicaba e flagrou banheiros desativados e o sanitário com acessibilidade estava trancado. Para utilizá-lo, o usuário precisa pedir uma chave à administração da unidade.

A Associação Piracicabana das Empresas de Auto Ônibus (Apeao), que faz o gerenciamento e manutenção da Rodoviária Intermunicipal de Piracicaba informa que os mictórios atuais do banheiro masculino são do tipo ecológicos, chamados mictórios a seco (AcquaFree), por isso não utilizam água. Um desses mictórios, segundo a instituição, está em manutenção e, por isso, segue desativado.

A administração da Rodoviária de Piracicaba é feita pela Apeao, por meio de contrato com a prefeitura, fiscalizado pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Semuttran).

A Associação também informa que, devido a um serviço de troca do revestimento da parede, a moldura de gesso se soltou em três pequenas partes. “O orçamento para o conserto já foi realizado. O problema não oferece risco aos usuários e não interfere na utilização do espaço”, comunicou em nota.

“A Apeao também informa que os banheiros são higienizados a cada hora, mantendo um funcionário exclusivo para o serviço de manutenção e limpeza desses espaços devido ao alto fluxo de pessoas”, acrescentou.

Quanto aos pombos, a Apeão afirmou que está atenta à situação e realiza a eliminação constante de ninhos. “Além disso, faz campanha diária, inclusive com imagem no telão de Led, para que os animais não sejam alimentados dentro e nos arredores da Rodoviária pelos passageiros”, concluiu.

 

By Ellba Dark

Deixe um comentário

Em Alta